fbpx

Mais vistos

Fale com o seu médico

O seu médico pode investigar a possível causa dos seus sintomas e recomendar um plano de tratamento.

Faça um diário miccional

O seu diário miccional pode ser usado para aumentar gradualmente o intervalo de tempo entre as idas à casa de banho.

Viver com bexiga hiperativa

O dia a dia de quem sofre de bexiga hiperativa pode ser um grande desafio. Felizmente, há estratégias que ajudam a tornar tudo mais fácil.

Mitos sobre a bexiga hiperativa

A bexiga hiperativa constitui uma parte normal do envelhecimento.

Embora os problemas ou dificuldades em controlar a bexiga sejam mais frequentes nos indivíduos mais velhos, os sintomas incómodos não são algo com que tenha de viver.

Existem técnicas eficazes, tais como exercícios para o pavimento pélvico e treino da bexiga, bem como terapêutica farmacológica, para melhorar os sintomas e a qualidade de vida das pessoas que sofrem de bexiga hiperativa.

Sou relativamente jovem – não posso sofrer de bexiga hiperativa.

Embora seja mais comum nos indivíduos mais velhos, a bexiga hiperativa pode afetar pessoas de todas as idades.

Tenho de estar sempre perto de uma casa de banho.

As técnicas de treino da bexiga podem ajudar a aumentar o tempo entre cada ida à casa de banho, ajudando a reduzir o número de micções. Esta técnica também ajuda a reduzir a ocorrência de episódios repentinos de vontade intensa de urinar, pelo que deve ajudar a conseguir concentrar-se nas suas atividades quotidianas e não na localização da casa de banho mais próxima.

A bexiga hiperativa afeta apenas as mulheres.

A bexiga hiperativa é mais frequente em mulheres do que em homens – mas apenas ligeiramente. Um grande número de homens sofre de bexiga hiperativa, com um impacto negativo na sua qualidade de vida, que poderia ser minimizado se a doença fosse identificada e tratada.

Nos homens, os sintomas de bexiga indicam doença da próstata.

Nos homens, especialmente nos mais velhos, os problemas urinários podem dever-se ao aumento da próstata, mas está longe de ser o caso em todos os homens. Tal como referido mais atrás, os homens também sofrem frequentemente de bexiga hiperativa.

A bexiga hiperativa dá origem a perdas de urina quando se ri muito.

A bexiga hiperativa é um problema na função de armazenamento da bexiga que provoca uma vontade repentina e intensa de urinar e que, por vezes, pode dar origem a perdas de urina acidentais.

As perdas de urina quando a pessoa ri, tosse ou pratica exercício constituem um problema diferente, designado incontinência de esforço. No entanto, é possível ter os dois problemas.

Uma bexiga pequena dá origem a uma bexiga hiperativa.

O tamanho da bexiga não contribui para a bexiga hiperativa. A bexiga hiperativa é causada por contrações repentinas e involuntárias da bexiga, resultando numa necessidade imperiosa de urinar. Nos homens, embora o tamanho da bexiga não afete a bexiga hiperativa, o tamanho da próstata poderá fazê-lo.

Uma próstata aumentada pode exercer pressão sobre a uretra e contribuir para os sintomas de bexiga hiperativa.

Tem de beber menos água para controlar a bexiga hiperativa.

Não é saudável reduzir a quantidade de água ingerida. Embora produza menos urina, ela poderá ficar altamente concentrada, o que poderá «irritar» a bexiga e levar a tenha de urinar com maior frequência. Tente beber seis a oito copos de líquidos de forma espaçada ao longo do dia.

Não há nada que possa fazer em relação à bexiga hiperativa.

É importante conversar com o seu médico sobre os sintomas de bexiga hiperativa, pois existem tratamentos eficazes. Pequenas alterações na alimentação, exercícios para os músculos do pavimento pélvico e treino da bexiga são muito úteis para o controlo desta patologia. Também poderá ser prescrita medicação.

Aviso de saída do website

Será direcionado para um website onde a nossa política de privacidade não se aplica. Será o único responsável pela utilização do website de destino.