fbpx

Mais vistos

02:35

Alimentação

A escolha dos alimentos que come e dos que deve deve evitar pode traduzir-se na melhoria significativa dos sintomas mais negativos para o seu dia a dia.

Treino da bexiga

O treino da bexiga é uma forma de terapia comportamental considerada uma parte importante de qualquer programa de tratamento de bexiga hiperativa.

02:35

Exercícios de fisioterapia

São os músculos do pavimento pélvico que sustentam a bexiga e o intestino. Treinar estes músculos com exercícios específicos é uma das técnicas que ajuda no tratamento da bexiga hiperativa.

Perguntas frequentes

Os problemas de bexiga fazem parte do envelhecimento natural?

Embora os sintomas de bexiga hiperativa sejam comuns à medida que as pessoas envelhecem, estes podem surgir em qualquer idade. A incontinência urinária não é uma parte normal do processo de envelhecimento. Caso sinta frequentemente uma necessidade urgente e intensa de urinar, urine demasiadas vezes ou tenha perdas de urina, pode sofrer de um problema urinário e deverá contactar o seu médico para obter aconselhamento e tratamento.

Quantas vezes são ‘demasiadas vezes’ para urinar?

A maioria dos adultos urina quatro a sete vezes durante o dia e levanta-se apenas uma vez durante a noite (ou nenhuma), para ir à casa de banho. Se verificar que urina oito ou mais vezes ao longo de 24 horas e se levanta para urinar durante a noite, poderá ter um problema urinário e deverá falar com o seu médico sobre as possíveis causas.

Existem diferentes tipos de incontinência urinária?

Sim, existem vários tipos de incontinência urinária:

  • A incontinência por urgência ocorre quando a pessoa tem um desejo urgente e incontrolável de urinar, causado por um aperto (contração) repentino do músculo da parede da bexiga.
  • A incontinência de esforço define-se quando há perdas de urina devido a uma pressão repentina, tal como quando se tosse ou se levanta algo.
  • A incontinência de sobrecarga é a perda incontrolável de pequenas quantidades de urina causada por uma bexiga com excesso de urina.
  • A incontinência funcional pode ocorrer quando a pessoa não consegue chegar à casa de banho a tempo devido a uma doença física que dificulte a locomoção, como a artrite, por exemplo.
  • A incontinência reflexa pode ocorrer quando a pessoa tem pouco ou nenhum controlo sobre a sua bexiga, por não conseguir sentir a necessidade de urinar em consequência de uma lesão/doença medular ou neurológica.
  • A incontinência mista é quando a pessoa tem mais do que um tipo de incontinência.

A bexiga hiperativa é tratável?

Sim, a bexiga hiperativa é tratável. No entanto requer empenho tanto da sua parte, como da parte do seu médico. Os sintomas de bexiga hiperativa podem ser controlados com êxito através do treino da bexiga, do fortalecimento dos músculos do pavimento pélvico e, se necessário, de medicação.

O que é o treino da bexiga?

O treino da bexiga, para aqueles que sofrem de bexiga hiperativa, envolve a aprendizagem de adiar as idas à casa de banho, quando se sente uma vontade intensa de urinar. A pessoa começa por adiar por pequenos períodos de tempo, aumentando gradualmente os intervalos entre cada ida à casa de banho. Por exemplo, se urinar geralmente de hora a hora, poderá adiar essa ida à casa de banho cerca de quinze minutos recorrendo a técnicas de relaxamento, distraindo-se com um livro ou com palavras cruzadas.

Depois, aumenta gradualmente os intervalos entre micções (por exemplo, cerca de 30 minutos) até começar a urinar de 3 em 3 ou de 4 em 4 horas. O treino da bexiga é eficaz ao ajudar a readquirir o controlo sobre a sua bexiga, mas tem de ser paciente, pois pode demorar entre três semanas a três meses até ver resultados.

Tenho demasiada vergonha para falar com o meu médico, o que devo fazer?

A bexiga hiperativa é mais comum do que julga – na Europa, cerca de 17% da população acima dos 40 anos sofre de bexiga hiperativa.1 Infelizmente, muitas pessoas ficam demasiado constrangidas e envergonhadas para falar sobre os seus problemas urinários e podem esperar vários anos até pedirem ajuda ao seu médico.

É importante lembrar que a bexiga hiperativa é uma doença em que a bexiga se contrai de forma descontrolada. A culpa não é sua e não é algo com que tenha de viver. A bexiga hiperativa pode ser tratada com bons resultados, por isso, dê o primeiro passo e contacte o seu médico.

Por vezes, tenho perdas acidentais de urina. O que posso fazer?

Existem várias coisas que pode fazer para tentar evitar acidentes embaraçosos. Algumas bebidas, por exemplo, podem agravar os sintomas urinários nomeadamente, as bebidas com cafeína, as bebidas alcoólicas, os refrigerantes e os sumos de citrinos. Os alimentos condimentados também podem irritar a bexiga, pelo que deve procurar reduzir ou eliminar da sua alimentação estes potenciais desencadeantes de bexiga hiperativa.

Se verificar que tem perdas regulares de urina, poderá usar um penso discreto para maior tranquilidade (existem muitos formatos, tamanhos e com distintos níveis de absorção). Se tiver vergonha de os comprar numa loja, pode encomendá-los na Internet. Deverá consultar o seu médico sobre quaisquer acidentes ocorridos.

Por vezes, tenho pequenas perdas de urina durante as relações sexuais. O que posso fazer?

Procure não beber nada uma hora ou mais antes de ter relações sexuais e vá rapidamente à casa de banho para esvaziar a bexiga. Para maior tranquilidade poderá, por via das dúvidas, usar um lençol de proteção de ‘rápida absorção’.

Existe uma causa definida da bexiga hiperativa?

Não, não existe apenas uma causa de bexiga hiperativa. A necessidade imperiosa de urinar, que é um dos principais sintomas de bexiga hiperativa, resulta de contrações (apertos) involuntárias do músculo da bexiga e isto pode estar relacionado com outros fatores tais como uma infeção do trato urinário, obstipação, ingestão de quantidades excessivas de cafeína ou bebidas alcoólicas, distúrbios neurológicos, tais como doença de Parkinson, AVC e esclerose múltipla, e alguns medicamentos.

Aviso de saída do website

Será direcionado para um website onde a nossa política de privacidade não se aplica. Será o único responsável pela utilização do website de destino.